Habilidade Profissional x Pessoal – Os cuidados necessários!


“*Carla é a contadora mais dedicada do departamento. Todos os relatórios saem na data, conhece todos os processos e é atualizada nas questões de alíquotas e afins. Descobrimos que Carla é uma excelente organizadora de eventos e, a partir desta descoberta em todas as ocasiões solicitamos que a mesma providencie todos os aparatos para que ocorra o “evento” em nosso setor. Tanto que o nosso “canto de trabalho” é o mais famoso da empresa, além de sermos uma equipe muito unida, temos as melhores confraternizações da empresa.”.

*Carla nome fictício

 

A história acima é bem comum do que parece e o que temos que tomar cuidado em um ambiente corporativo é não deixar que nossa paixão extracurricular se sobressaia ao profissional que nos propormos a ser para aquela vaga, para aquela equipe, para aquela empresa.

Certos cuidados devem ser tomados quando nossa equipe “descobre” que organizamos pequenas festas de olhos fechados apenas com a contribuição mínima dos colaboradores, por exemplo.

Devemos antes analisar se a cultura da sua empresa permite que sejam proporcionados estes eventos com certa frequência, mesmo que seja com a intenção de interação à equipe. Devemos também perceber se estas ações são bem vistas pelos gestores de outras áreas e staff executiva.

Verificar se o RH precisa ser comunicado e se estes eventos esporádicos conferirão apenas a uma equipe pontual ou refere-se a toda a empresa.

O intuito é que uma ação que poderia ser muito proveitosa não se torne excludente ou exclusiva do deptº X.  Percebem!?

Às vezes querendo realizar uma ação benéfica, acabamos por minar o profissional que somos e nossa referência dentro da empresa deixa de ser o nosso profissional para ser a nossa habilidade pessoal, aquela que fazemos melhor quando estamos entre familiares e amigos.

É preciso ter cautela com isto!

Isto não quer dizer que é proibido realizar este tipo de ação ou de auxiliar com algo que você tem experiência, o problema está na proporção e no rumo que toma.

Antes de arregaçar as mangas para a confraternização de seu deptº, por exemplo, consulte o que a empresa acha disto, se haverá algum problema ser exclusivo do setor ou se é legal realizar algo maior, se há verba para isto, enfim se cerque de cuidados e providências.

Assim seu profissional se manterá intacto e sua habilidade pessoal admirada por todos.

Pensem nisto!

Beijos e até a próxima!

Ma